NS7 – Sistema de ERP

Como Adquirir CSC para uso na NFC-e

O CSC  (Código de Segurança do Contribuinte) é um código de segurança alfanumérico, de conhecimento exclusivo do contribuinte e da SEFAZ, usado para garantir a autoria e a autenticidade do DANFE NFC-e.

  • Acre (AC):

Antes de obter o CSC é necessário efetuar o credenciamento presencial mediante os documentos descritos aqui. Após isso, é possível acessar o site Sefaz Online e emitir o CSC no menu “NFC-e”. 

  • Alagoas (AL): 

Antes de obter o CSC é preciso efetuar o credenciamento (veja como fazer). Após isso, o CSC é solicitado presencialmente na Diretoria de Cadastro.

  • Amapá (AP): 

Antes de obter o CSC é preciso solicitar o credenciamento como emitente de NFC-e através no Sistema de Administração Tributária Estadual – SATE, mediante seu login e senha, no menu “Credenciamento”. O contribuinte poderá consultar a liberação do Credenciamento através da função “Consultar Credenciamento NFC-e”.

Após a liberação, é só fazer login no sistema SATE e solicitar o CSC no menu “Gerar CSC”.

  • Amazonas (AM):

A SEFAZ/AM dispensou a necessidade de credenciamento prévio para obtenção do CSC e, consequentemente, para a emissão de NFC-e, conforme justificativa exposta aqui. Por isso, a emissão do CSC é mais simplificada.

Clique aqui para emitir o CSC de homologação e clique aqui para emitir o CSC de produção.

  • Bahia (BA): 

A SEFAZ/BA não exige credenciamento prévio para emissão dos CSC (homologação e produção). O CSC poderá ser emitido clicando aqui e selecionando a opção “Solicitar/inutilizar CSC”.

  • Ceará (CE):

Primeiramente é necessário se credenciar a empresa no portal da Sefaz onde após o credenciamento ser aprovado será informado os CSC que podem ser utilizados.

  • Distrito Federal (DF):

Primeiramente é necessário realizar o credenciamento no portal e possuir um certificado padrão ICP-Brasil instalado, ao final do credenciamento serão gerado dois CSC’s um para o ambiente de produção e outro para homologação.

  • Espírito Santo (ES):

Há um credenciamento antes para obtenção do CSC, tanto de homologação quanto de produção. Ambos podem ser feitos através desse link.

  • Goiás (GO):

Para gerar o CSC, basta cadastrar o certificado na UF, basta acessar o site http://nfe.sefaz.go.gov.br/nfeweb/jsp/SelecionarAmbienteCSC.jsf e selecionar o ambiente desejado.

  • Maranhão (MA):

É necessário fazer o credenciamento para emissão de NFC-e por meio do SEFAZNET(sistema de autoatendimento). O contribuinte informará a Inscrição Estadual que deseja credenciar e será credenciado de forma automática para os ambientes de produção e homologação.

No mesmo sistema de autoatendimento citado acima será possível gerar o CSC.

  • Mato Grosso (MT):

A SEFAZ/MT dispensou a necessidade do credenciamento prévio para emissão da NFC-e. Sendo assim, basta clicar aqui para emitir o CSC de homologação (ambiente de testes). Para emitir o CSC de produção (com validade jurídica), siga este passo a passo.

  • Mato Grosso do Sul (MS):

A SEFAZ/MS disponibiliza o portal http://www.dfe.ms.gov.br/csc/ onde pode ser consultado os CSC gerado ou consultar novos CSC.

  • Minas Gerais (MG):

A SEFAZ/MG disponibiliza o manual http://www.sped.fazenda.mg.gov.br/spedmg/nfce/credenciamento/ de como gerar o CSC.

  • Pará (PA):

É possível gerar o CSC no site da SEFAZ seguindo os passos deste manual.

  • Paraíba (PB):

É necessário efetuar o credenciamento para emissão de NFC-e e você pode ver como fazer neste site. Após isso, é possível emitir o CSC de homologação e produção clicando aqui.

Em ambos os casos o acesso é restrito e pode ser feito por login e senha ou via certificado digital.

  • Paraná (PR): 

geração do CSC está disponível no Portal RECEITA/PR, em Serviço: Menu DF-e /NFC-e / CSC / Controle.

  • Pernambuco (PE): 

O CSC pode ser executado pelo e-Fisco por meio do certificado digital.

  • Piauí (PI): 

É necessário realizar o credenciamento pelo portal , após a aprovação do mesmo, é possível obter o código de segurança em “Autoatendimento”, “NFC-e” e “Manutenção de CSC” do SIATWEB.

  • Rio de Janeiro (RJ):

Você deve acessar o Portal NFC-e na opção “Geração e Manutenção de CSC”.

  • Rio Grande do Norte (RN): 

Primeiramente é necessário realizar o cadastro no portal da Sefaz do estado, seguindo o manual, para então acessar o portal  na área restrita em em “Meus Serviços”, a opção “Gerar CSC”.

  • Rio Grande do Sul (RS): 

Siga esses passos que separamos:
   a) Acessar o endereço da SEFAZ-RS clicando aqui
   b) Clicar em “Manutenção de CSC” e fazer login
   c) Clicar em “Meus Serviços”
   d) Acessar o menu “Nota Fiscal de Consumidor Eletrônico”, após, clicar em Manutenção de CSC.

  • Rondônia (RO):

O Código CSC deverá ser obtido por meio de acesso ao Portal do Contribuinte, acesse o menu “Portal do Contribuinte” e depois a opção “Acessar portal do Contribuinte”. No portal que abrir, faça o login usando usuário e senha, ou usando o certificado digital. Ao realizar o login selecione a opção “Requisitar CSC“.

  • Roraima (RR): 

Obtenha seu Código de Segurança (CSC) no menu LOGIN nesse site.

  • Santa Catarina (SC): 

O contribuinte deverá utilizar o programa Gestão do Código de Segurança – CSC, com o seu certificado digital (e-CNPJ) e gerar os códigos (homologação e produção).

O programa está disponível na página da NFC-e, no quadro “Links de Serviços”. Em seguida clique em  [Gestão do Código de Segurança do Contribuinte – CSC].

www.sef.sc.gov.br/nfce

MANUAL PARA A SOLICITAÇÃO DE USO DA NFC-e  EM SANTA CATARINA

  • São Paulo (SP): 

Antes de obter o CSC é necessário efetuar os credenciamentos para a emissão em ambiente de teste e com validade jurídica. O credenciamento é feito neste site, no menu “Credenciamento”.

O CSC é obtido neste mesmo site, no menu “Gerenciar Cód. Segurança”. Nesse menu você emitirá tanto o CSC de homologação (ambiente de testes) quanto o de produção (com validade jurídica), sendo que este último somente poderá ser emitido após a ativação e vinculação do equipamento SAT. 

  • Sergipe (SE):

Siga esses passos que separamos:
   a) Para realização de testes no ambiente de homologação, o CSC poderá ser gerado pelo próprio contribuinte no Portal da NFC-e, não sendo necessário solicitar junto a SEFAZ
   b) Para o ambiente de produção, o código CSC pode ser gerado pelo próprio contribuinte em seu portal na página da SEFAZ utilizando o menu da NFC-e disponível na ferramenta e com o uso do Certificado Digital da empresa.

  • Tocantins (TO):

Primeiramente é necessário realizar o credenciamento pelo site da prefeitura, para então acessar o portal, e solicitar pela opção “Gerar Código de Segurança do Contribuinte – CSC”. Caso seja homologação é pelo portal de homologação.